Perspectiva de emprego cresce em Santa Catarina, conforme aponta pesquisa publicada pelas federações empresariais da indústria (Fiesc), do Comércio, Serviços e Turismo (Fecomércio-SC), e o Sebrae/SC, confirma o índice de confiança do empresariado e retomada do emprego. Segundo o relatório, uma em cada cinco empresas do estado pretende realizar investimentos ainda durante a pandemia. 

Empresa Imbituba
Foto: Clovis Perozin 
Na pesquisa anterior, três em cada quatro empresas catarinenses mostram ter reduzido a quantidade de trabalhadores, ou seja, 76,8%. Na atual, o índice caiu praticamente pela metade, ficando em 36,9%. Com esta melhora do cenário, os empresários se mostram mais dispostos a fazer investimentos, isso é o que diz os dados da intenção de investir da indústria catarinense, do Observatório Fiesc, que registrou 59,5%. Enquanto no Brasil, 46,7%.

Já a perspectiva de oportunidades do setor é de 55,1% no estado. E no país, 50,4%. Com isso, resultou no aumento do quadro de colaboradores pelas empresas, em 10,1%. Um volume maior do que o registrado na terceira edição da pesquisa, 1,6%.

Além disso, o material ratifica o otimismo dos empresários. Com um índice de confiança do empresário no Estado de 51,1 pontos em julho, Santa Catarina, pela primeira vez desde março, tem números que ultrapassando os 50 pontos, mostrando que os industriais esperam o crescimento da demanda, das compras de matérias-primas, do emprego e das exportações. A tendência de aumento também é observada em âmbito nacional, mas, neste caso, apesar de terceira alta mensal consecutiva, o indicador se fixou em 47,6 pontos.

Santa Catarina também registra o menor índice de desocupação do país, com uma taxa de 8,6%. No Brasil a curva subiu de 10,7% em maio para 12,4% em junho. Estas informações são da Pnad-Covid19, divulgados recentemente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

Quanto ao comércio no estado, no mês de maio, teve forte recuperação, de 22,1%, registrando então o maior crescimento da série, embora o setor ainda se encaminhe para atingir o nível pré-crise. Entre os fatores que contribuíram para essa recuperação está o trabalho responsável de retomada das atividades, a adoção de estratégias de e-commerce e tele entregas, entre outras ações.

Esses dados confirmam uma tendência à retomada da economia de Santa Catarina. Na pesquisa, as federações ouviram 1,6 mil empresas de 6 a 12 de julho e a margem de erro da pesquisa geral é de 2,9%.

Vagas em aberto
Só nesta semana, o Sistema Nacional de Emprego de Santa Catarina (Sine/SC) está com 2.549 oportunidades em aberto. As ofertas estão distribuídas em mais de 50 cidades e são para diferentes graus de instrução e funções. Os trabalhadores que desejam verificar as vagas de emprego disponíveis, podem acessar as plataformas digitais de atendimento, que são o aplicativo Sine Fácil e o site empregabrasil.mte.gov.br.

Mais informações para a imprensa:
Mariane Lidorio
Assessoria de Comunicação
Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável - SDE
Fone: (48) 3665-4298 / 99601-1488
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Site: www.sde.sc.gov.br